domingo, 25 de outubro de 2009

POEMA DE AMOR

***



AMOR

Só de ti consigo falar,
só contigo sei respirar,
és a razão para continuar...

Querer muito, falar bem pouco,
vontade insana enlaça meu corpo,
necessidade pungente, desejo louco...

És único em todo o meu ser,
sentimento que não posso deter,
bem estar bem, querer por querer...

Mel derramado sobre o meu leito,
nome do homem por mim eleito,
letra maiúscula gravada em meu peito...

Único signo do meu zodíaco,
aroma mais do que afrodisíaco,
bálsamo que faz de mim maníaco!

Meu chorar, meu pedir, sacrifício,
origem, causa e fim do suplício,
meu nada, meu tudo, loucura, meu vício...

Respirar que proclama o instinto,
pensamento traz tudo o que sinto,
medida exata do que é o infinito:

Amor!

2 comentários:

  1. Muito bonito...profundo. Parabéns! Visite também meu blog: http://tinafurtado.blogspot.com/
    Espero sua visita. Forte abraço

    ResponderExcluir